Uma piscina diferente a cada dia.

31/03 2015
02

Com as possibilidades de automação residencial, é claro que as piscinas não iriam ficar de fora. De acordo com seu desejo, é possível instalar lâmpadas subaquáticas, tanto na área mais funda, quanto na prainha ou spa. Hoje o melhor tipo é o LED, por gastar menos energia elétrica e propiciar uma gama de cores para água da piscina (sistema RGB), ou fibra ótica, ambos, acionados por controle remoto.

Outra possibilidade é o acionamento de todos os jatos de forma individual ou sincronizada, a partir também do uso do controle remoto, que claro, é a prova d’água. É importante lembrar, que todo o projeto deve ser definido antes da execução da piscina, para passagem da fiação e dimensionamento da caixa de máquinas, que dependerá do tipo da iluminação escolhida.

Agora se você já tem uma piscina e deseja iluminá-la, existe um spot para lâmpada par 38 Dichro Blue, que deve ser instalado em algum ponto alto, direcionando o foco de iluminação para a piscina.

Abaixo, imagens para inspirar.

01

02

03

 

04

05

Caso você não tenha resistido, entre em contato com uma empresa de automação e veja as possibilidades para a sua piscina. Afinal, cada caso é um caso e cada piscina é diferente. Rsrsrsr

Beijos

rufipng2.11

Cenografia Lollapaloza 2015 - Projeto Paula Raia / Foto Divulgação

Vai construir? Que tal o estilo Europeu.

28/03 2015
2

Conhecido pelo intenso jogo de telhados e águas furtadas (telhados que tem as inclinações coincidentes para a mesma calha), esse estilo surgiu na Europa para que em uma nevasca a neve não se acumule no telhado e assim não ocorra algum desabamento, daí as grandes inclinações. Um ponto positivo é a quantidade de  telhado aparente, o que propicia a área de instalação de elementos que captam a energia solar como placas e mantas solares. Já por ter tantos elementos, a estrutura do telhado seja ela de madeira ou metálica, é uma das mais caras, pois demanda uma grande quantidade de material além de mão de obra especializada.

Caracterizadas principalmente por traços imponentes simétricos ou assimétricos, oferecem clima de aconchego e tradição. Confira algumas ideias e inspire-se.

1

2

3

4

Até mais!

rufipng2.11

PANASONIC inaugura a primeira cidade sustentável no Japão.

25/03 2015
04

Construída em uma região devastada por tsunami a “Cidade Inteligente e Sustentável de Fujisawa” é um projeto encabeçado pela PANASONIC e mais oito empresas. O foco é a consciência ecológica e energética, onde as casas possuem painéis solares embutidos e baterias que armazenam a energia excedente produzida. Na cidade já existe um bairro, para quem deseja ter apenas um carro compartilhado, e claro ele é elétrico.

Possue um moderno sistema de sensores para a iluminação pública visando o desperdício “zero” de energia. Além disso o verde está presente em vários pontos, tanto no acesso, quanto na própria cidade.

foto 00

01

02

03

04

05

 

A volta dos Tetos Decorados.

24/03 2015
Teto de fibra de vidro e gesso / Projeto Estúdio Icrave / Foto: John Bartelstone

Os tetos decorados, deste 2013 vem se tornando cada vez mais presentes nas mostras de decoração. Para sua execução é necessário que o profissional e o cliente estejam bem alinhados no que se pretende com a decoração do ambiente, pois a linha que divide o ousado do exagerado é bem fininha, rsrsrsrs.

Mas de qualquer forma o forro decorado, só é definido a partir do layout do ambiente (disposição dos móveis e objetos de decoração) e também do projeto luminotécnico bem elaborado, que nada mais é do que realçar e contribuir com a funcionalidade do layout com a iluminação focada em determinado ponto ou indiretamente, dependendo do que se quer transmitir e das possibilidades de cenas que se deseja compor.

O gesso decorado por exemplo, foi usado nas décadas de 80,90 mas agora retorna com classe e personalidade.

Teto do Nobre Palace Hotel em Teófilo Otoni-MG / Foto: Letícia Rufino

Teto do Nobre Palace Hotel em Teófilo Otoni-MG / Foto: Letícia Rufino

Veja abaixo algumas ideias:

Hotel Intercontinental Montréal

Hotel Intercontinental Montréal

Forro inclinado com rasgos de luz

Forro inclinado com rasgos de luz

Placas de Concreto Laqueadas com tinta dourada / Projeto arquitetos Marilda Marchiori e Zeca Repette / Foto: Fábio Pitrez

Placas de Concreto Laqueadas com tinta dourada / Projeto arquitetos Marilda Marchiori e Zeca Repette / Foto: Fábio Pitrez

Restaurante Boullevard Grill / Projeto Arquiteta Agda Daniela / Foto: Tavares e Silvestre

Restaurante Boullevard Grill / Projeto Arquiteta Agda Daniela / Foto: Tavares e Silvestre

A utilização de rasgos de luz e elementos que descem do teto e continuam na parede também se revelam tendência.

Projeto Thaline Queiroz, Luciano Dourado e Maria Fernanda Piccoli / Foto Divulgação

Projeto Thaline Queiroz, Luciano Dourado e Maria Fernanda Piccoli / Foto Divulgação

Teto de fibra de vidro e gesso / Projeto Estúdio Icrave / Foto: John Bartelstone

Teto de fibra de vidro e gesso / Projeto Estúdio Icrave / Foto: John Bartelstone

Inspire-se!

rufipng2.11

Músicos em casa?

24/03 2015
6

Se na sua casa tem algum músico, ou se seu Hobby está nessa área, sabe o quanto é difícil encontrar um lugar legal para guardar tudo. Então porque ao invés de esconder, que tal transforma-los em objetos de decoração?  Assim fica ainda mais fácil ter um tempinho para se dedicar ao seu instrumento preferido.

1

2

3

4

5

6

7

Que tal imaginar agora mesmo, qual lugar da sua casa será o melhor?

rufipng2.11

123

Facebook

Instagram