ACM e sua revolução nas possibilidades arquitetônicas.

23/06 2015

O ACM, do inglês Aluminum Composite Material, chegou ao Brasil á pouco mais de 20 anos, apesar de ter sido criado em 1965 na Suíça. Trata-se de um “sanduíche”  de duas placas de alumínio com 0,5mm cada e o interior de polietileno e que possibilitou uma revolução na arquitetura.

Inicialmente era utilizado mais amplamente em revestimento de fachadas, principalmente em reformas e retrofit, pois possuem baixa carga sobre a parte estrutural. Mas com o passar dos anos e visto sua grande versatilidade, foi ganhando espaço também no interior das residências e espaços comerciais.

Super editável, pode ser cortado e frisado, de fácil manutenção com a limpeza, possui uma gama de cores que duram por muito tempo e ainda considerado ecológico, pois apesar de ser um composto de alumínio, a quantidade de sobras em um projeto é pouquíssima.

Então vamos lá, que tal utilizar este material de diferentes formas em seu próximo projeto?

Abaixo, algumas imagens para inspirar.

01

Complexo Educacional - Bairro dos Altos – Baruei – SP

Complexo Educacional – Bairro dos Altos – Baruei – SP

03

04

05

0607

 

08

Gostou? Então mande dicas e sugestões para os próximos posts. Quem sabe sua dúvida não vira tema no blog?

Beijos e até a próxima!

rufipng2.11

 

Comentários

2 thoughts on “ACM e sua revolução nas possibilidades arquitetônicas.

  1. Lindos projetos e de muito bom gosto. Gosto de criações ousadas e que apresentem solides.

    Desejo muito realizar um projeto que tenha sua criação, se espelhando no que idealizo.

    Deus abençoe sua vida sempre.

    Grande abraço.

    Carlos Anthonny

Deixe uma resposta para Letícia Rufino Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Facebook

Instagram

@leticiarufino_